Vereadores da base de apoio ao Prefeito rebelam e criticam secretários

por Antonio Ribeiro dos Santos publicado 29/05/2019 11h50, última modificação 29/05/2019 12h06

Diversos vereadores da base de apoio ao Paço municipal fizeram hoje (29), durante sessão da Câmara, pesadas críticas ao secretariado do prefeito Iris Rezende, MDB. Carlin Café, PPS, por exemplo, foi contundente: "Não sou mais da base do Prefeito. Seu secretariado não nos atende. O que é pior: nos prejudicam porque serão candidatos. Daí não atendem nossas reivindicações em prol dos bairros que representamos nesta Casa. O líder, por exemplo, Oséas Varão,  foi escolhido sem nossa participação. Ele foi imposto goela abaixo. Não me representa. Apesar de continuar apoiando o Prefeito, a partir de hoje serei independente".

Após o desabafo de Carlin Café, o clima ficou tenso no plenário, com vários vereadores apoiando sua atitude. Alfredo Bambu, Patriota, também manifestou sua contrariedade com o atual secretariado do Prefeito: "Chega. Estamos cansados de ser tratados com desdém e consideração".

"A maioria dos secretários, aliás, não tem compromisso com a cidade. Estou também chateado e injustiçado. Sem o apoio da Prefeitura vou realizar o aniversário do Goiânia 2", reclamou Cabo Senna, Patriota, que apoiou a postura de Carlin Café. E pediu respeito do Paço "ao nosso partido. somos maioria nesta Casa com quatro vereadores".

Álvaro da Universo, PV, afirmou que a maioria dos secretários estão atrapalhando, ao invés de ajudar, a administração do Prefeito Iris Rezende. "Eles simplesmente não cumprem as ordens emanadas do Paço", acusou. "Seria interessante que 50% deles fossem substituídos imediatamente".

Paulo Magalhães, PSD, disse que apoia a administração municipal mas que os vereadores têm que cobrar do prefeito maior compromisso dos secretários com as reivindicações dos vereadores. "Vamos cobrar isso do Prefeito, na próxima segunda-feira, quando ele virá prestas de seu governo