Paço reafirma intenção de escalonar horários, segundo Andrey Azeredo

por Quézia Alcantara publicado 07/05/2019 12h10, última modificação 07/05/2019 12h10

A Prefeitura de Goiânia confirmou, na audiência pública coordenada pelo vereador Andrey Azeredo (MDB) desta segunda-feira (6) que irá finalizar até o início de junho a minuta do projeto que prevê o escalonamento de horários em órgãos públicos e empresas privadas - incluindo lojas e escolas -, embora os representantes do Paço tenham reconhecido a complexidade da proposta e a importância de fazerem pesquisas antes de formatar o texto final a ser enviado ao Legislativo municipal.

"O Paço alega que a elaboração do projeto encontra-se na fase de “diagnóstico”, o que deu abertura para que participantes da audiência defendessem que, se implantado de fato, o escalonamento atingisse, num primeiro momento, apenas o segmento educacional e órgãos públicos – tese defendida, por exemplo, pelo vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás, Antônio de Sousa Almeida e pelo presidente do Sindicato do Comércio Varejista do Estado de Goiás, Eduardo Gomes dos Santos", contou Andrey adicionando que “não adianta a gente discutir os problemas se nós não olharmos as causas. A questão central não é apenas mudar horários, mas também a falta de investimentos em políticas públicas de transporte coletivo”. (Informações e foto da assessoria do vereador).