Ciro Gomes é homenageado na Câmara

por Michelle Lemes publicado 24/06/2016 20h40, última modificação 24/06/2016 23h21

 

O advogado, professor universitário, escritor e político brasileiro, Ciro Gomes (PDT), recebeu nesta tarde (24) o título de cidadão goianiense das mãos do vereador Paulinho Graus (PDT), no Plenário da Câmara Municipal de Goiânia. Além de Ciro Gomes, outros dois nomes de destaque no cenário nacional receberam o título: o político Manoel Dias, que foi Ministro do Trabalho e Emprego do Brasil, e o cantor sertanejo João Lucas.

Ao som da Orquestra Sinfônica do Rotary e da Corporação Musical do Centro Marista Divino Pai Eterno, a sessão solene contou com a presença de grandes nomes do PDT, como Carlos Lupi, presidente do partido, e a deputada federal Flávia Morais. O cantor João Lucas, da dupla sertaneja João Lucas e Marcelo, é natural de Miranorte, no Tocantins e demonstrou enorme alegria em ser homenageado.

Ciro Gomes, paulista de Pindamonhangaba, que foi deputado federal, estadual, prefeito de Fortaleza e governador do Ceará, relatou profunda gratidão em receber o título. “Quando a gente nasce em uma família, a gente nasce por obra do acaso, mas quando a gente é escolhido como filho isso significa uma responsabilidade muito grande. E eu que sou brasileiro,  e que amo o Brasil, conheço a importância de Goiânia e do estado de Goiás. Goiás é um estado membro de uma região que está carregando o Brasil nas costas”, destacou.

Em relação ao governo atual do Michel Temer, ele disse que considera um “desastre completo e está ferindo de morte a nossa jovem democracia. O mais grave de tudo é a emenda à Constituição que tabela os gastos com a educação, saúde e previdência, deixando livre o gasto com juros. E o outro grande e gravíssimo problema é a questão da entrega das riquezas nacionais, especialmente o pré-sal, que é um crime contra as novas gerações do Brasil”.

Para o político Manoel Dias, nascido em Criciúma, no estado de Santa Catarina, ser considerado cidadão goianiense é uma responsabilidade muito grande. “Estou muito honrado e feliz e é um recarregamento das baterias para que a gente continue a lutar por um país justo e socialista”, ressaltou.