Câmara derruba veto do prefeito a projeto de iluminação nos pontos de ônibus

por Heloiza Amaral Nogueira publicado 23/10/2018 11h50, última modificação 23/10/2018 11h50

Por unanimidade (19 votos), a Câmara Municipal de Goiânia derrubou, nesta terça-feira (23), veto do prefeito Iris Rezende (MDB) a projeto de autoria da vereadora Tatiana Lemos (PC do B), que obriga a instalação e o melhoramento da iluminação pública em todas as paradas de ônibus da capital. O projeto prevê também que a empresa responsável pela iluminação no município publique semestralmente, no site da Prefeitura de Goiânia, as ações realizadas nesse sentido.

Tatiana Lemos destaca que o projeto não aumenta os gastos do Executivo, já que a população paga taxa de iluminação, instituída em Lei em dezembro de 2002. Segundo ela, a matéria é fundamental para garantir a segurança da população, sobretudo no horário de verão, em que muitas pessoas chegam aos pontos de ônibus antes de o dia clarear. “Sem falar na segurança das mulheres, que ficam mais desprotegidas em pontos sem iluminação”, completa. (Foto: Alberto Maia)