Presidente de empresa de fotossensores confirma depoimento para segunda na CEI da SMT

por Jô Almeida publicado 19/05/2017 16h05, última modificação 19/05/2017 16h05

O presidente da Eliseu Kopp &Cia Ltda, Lino Munaro, se comprometeu a comparecer à Câmara Municipal na próxima segunda-feira, 22 . Ele será ouvido pelos vereadores da Comissão Especial de Inquérito que apura irregularidades na Secretaria Municipal de Trânsito a partir de 8h30min. A Kopp venceu licitação no ano passado para operar fotossensores em Goiânia.

 

O depoimento estava marcado para a última segunda, dia 15, mas Munaro alegou problemas de saúde e enviou como representante o advogado Eduardo Luchesi, que não soube responder as perguntas dos vereadores. “Queremos o compromisso do empresário de que ele vai repassar os equipamentos à prefeitura no fim do contrato e também uma revisão na planilha de custos”, afirma o presidente da CEI, vereador Elias Vaz (PSB).

Preço por faixa

 

Um dos questionamentos dos vereadores ao presidente da empresa será sobre valores estipulados na licitação.  A Kopp estabeleceu para Goiânia o preço de R$1.695 para faixas com fotossensores e R$1.920 para faixas com lombadas e informou, em resposta à contestação das empresas no processo licitatório, que pratica valores mais baixos em outras cidades. Foi verificado custo mais barato, por exemplo, em Santiago, Rio Grande do Sul, de R$1.484,95 por faixa. “Se fossem praticados o mesmo preço, o Município poderia economizar em torno de R$9 milhões”, calcula Elias Vaz.

Com informações da assessoria de imprensa do gabinete do vereador Elias Vaz.